Melatonina – Hormônio que Organiza seu Ciclo de Sono

A melatonina é um hormônio produzido de forma natural pelo nosso organismo. Uma de suas principais funcionalidades está ligada a indução do sono.

A melatonina também está ligada a regulagem do nosso metabolismo no decorrer do dia, tanto em períodos que nós estamos acordados ou dormindo.

Devido a função de induzir o sono, algumas empresas farmacêuticas desenvolveram uma versão sintética do hormônio, sendo comercializada como uma espécie de suplemento.

O produto é comercializado em diversos países e possui grande demanda. Aqui no Brasil, a venda da melatonina é proibida pela Anvisa, agência de vigilância sanitária responsável por fiscalizar produtos nacionais e importados.

Todavia, a melatonina pode ser importada, desde que o indivíduo possua uma receita médica recomendando o seu uso.

Para que serve melatonina

Conforme explicamos no início deste post, a melatonina é um hormônio relacionado ao nosso ciclo do sono. Mais do que isso, é um hormônio circadiano, o que significa que ele organiza as funcionalidades do organismo independente de estarmos dormindo ou acordados.

Sua produção tem início na glândula pineal, mais exatamente no momento em que o organismo se prepara para descansar, atingindo seu limite máximo quando já estamos dormindo. Você sabe o que nos faz despertar? É a melatonina. Quando o dia clareia, a glândula pineal diminui a produção do hormônio, sinalizando nosso corpo a despertar.

Uma boa parte dos nossos órgãos estão ligados a melatonina, devido ao fato dela controlar as funcionalidades do sono em todo o nosso corpo. Por esta razão, a melatonina age no organismo de diversas formas.

Benefícios da melatonina

Além dos benefícios relativos ao sono, a melatonina oferece outros benefícios ao corpo. Por esta razão, muitas pessoas buscam pela versão industrializada do hormônio. Veja a seguir os benefícios da melatonina:

  • Reduz a queda de cabelo e trata a calvície;
  • Trata a enxaqueca;
  • Auxilia na prevenção de cânceres;
  • Melhora efetividade à quimioterapia;
  • Suaviza as cólicas dos bebês;
  • Controla o peso.

Como tomar melatonina

Os médicos costumam recomendar o uso de 3mg por dia, quando o paciente possui complicações relacionadas ao sono, com um período de uma a duas horas antes de dormir.

Geralmente, o produto industrializado é encontrado no exterior sob a quantia de 10 mg. Outra opção que as pessoas estão aderindo é manipular a receita do hormônio em laboratórios.

Efeitos colaterais

A Anvisa não proibiu a comercialização do produto por acaso. Não que ela possa causar grandes problemas à saúde, mas em um determinado perfil de indivíduo (confira no tópico a seguir) o hormônio industrializado pode trazer alguns efeitos colaterais, como:

  • Arritmia cardíaca;
  • Dificuldade para se concentrar;
  • Sonolência em excesso;
  • Cansaço.

Melatonina - para que serve, como tomar, efeitos colaterais

Contraindicações

A melatonina possui contraindicações para as seguintes pessoas:

– Pacientes que possuam histórico familiar de infarto;

– Indivíduos que sofram de enfraquecimento na região muscular do coração, estreitamento das artérias (angiva).

Mesmo pessoas que não se enquadrem nesses perfis, é altamente recomendado consultar um especialista médico antes, para saber suas condições de saúde, afinal, muitas doenças agem de forma silenciosa em nosso organismo.   

Custom Search
Compartilhar: