Dieta Vegana

A dieta Vegana deve ser definida, não apenas como uma prática, mas também como uma filosofia de vida. Muitos estão adotando esse conceito, para o seu dia a dia, pelos benefícios que ela proporciona à saúde por ser totalmente natural.

Além de purificar o organismo, a dieta também é uma bela alternativa para aqueles que querem chegar ao seu peso ideal de uma maneira saudável e equilibrada. Veja agora uma análise sobre o que descreve essa dieta:

O que é dieta vegana?

Vindo do veganismo, esse conceito representa práticas éticas que giram em torno dos direitos aos animais. O vegano não irá consumir nada que envolva a exploração do animal pelo homem – seja como alimento, como produto para a criação de peças do vestuário ou como cobaia para testes de cosméticos e outros medicamentos.

Portanto, nada que envolva essa exploração é aceitável para os veganos e, como consequência, eles seguem uma dieta muito mais severa que a vegetariana. Se bem balanceada, essa dieta pode proporcionar diversos benefícios aos seus adeptos.

dieta veganaComo funciona a alimentação na dieta vegana?

O adepto ao veganismo não se alimenta de carnes (vermelha, de frango ou peixe) nem de leite, ovos, mel ou qualquer alimento que venha do reino animal. A alimentação do vegano engloba toda a variedade de vegetais, grãos, raízes, hortaliças, frutas, leguminosas, tofu, quinoa, leite vegetal, queijo vegetal, margarina vegetal, soja etc.

A dieta vegana balanceada é perfeita para emagrecer, pois é rica em alimentos energéticos e nutritivos. Alimentos fabricados com leite podem ser substituídos quase que totalmente na alimentação vegana sem perder os nutrientes e o sabor.

Quais os principais alimentos da dieta vegana equilibrada?

Um bom cardápio para ser feito por aqueles que aderem à dieta vegana é composto por muitos nutrientes e vitaminas. Por isso, veja abaixo quais os alimentos que se identificam com cada nutriente proposto:

Ricos em proteínas: arroz castanho, lentilha, frutas secas, sementes de leguminosas, quinoa, quorn (uma espécie de massa feita de fungos ainda pouco conhecida no Brasil), sementes, queijo de soja (tofu), iogurte de soja.

Ricos em ferro: espinafres, salsa, derivados de soja, levedura de cerveja, frutos de casca dura, melaço, sementes de sésamo, vegetais de folha verde, vegetais de folha escura, ameixas, cereais integrais, passas, farinha de soja, coco, caril, frutos secos, figos, feijões.

Com maior quantidade de cálcio: agriões, ruibarbo, beterraba, espinafres, brócolis, couve chinesa, couve portuguesa, cebola crua, couve crua, pepinos, feijão verde, salsa, aipo cru, nabo, zucchini, alcachofras, vegetais de folha escura, gergelim, sementes de sésamo.

Com maior quantidade de Vitamina B12: misô, broto de alfafa, levedura nutritiva (Red Star Vegetarian Support Formula), algas verdes-azuis (espirulina, chlorella) e algas marinhas, leite de soja e leites vegetais enriquecidos com B12, iogurte de soja.

Com carboidratos que são naturalmente vegans: batatas e massas – sendo que massas de farinha integral são mais ricas e não passam pelo refinamento da farinha branca.

Lembre-se: Toda dieta inclui algum tipo de restrição. Nesse caso o ideal é fazer as substituições, com as devidas proporções, de forma balanceada e equilibrada, para manter as necessidades nutricionais do organismo.

Custom Search
Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 19 =