Benefícios da Spirulina: O que é, para que serve, como tomar e efeitos colaterais

A Spirulina é considerada por muitos nutrólogos, homeopatas e mestres em nutrição e dietética, como o alimento do milênio ou alimento do futuro, isso por conta dos seus mais variados benefícios, que vão desde nutricionais até fins estéticos.

O que é Spirulina?

A spirulina é constantemente confundida com a alga chlorella, porém a spirulina não é uma alga, é um micro-organismo (cianobactéria) que usa a fotossíntese para se alimentar.

Por possuir uma carga nutricional muito rica, pode ser inserida na alimentação humana como um poderoso suplemento alimentar.

Propriedades

  • Rejuvenesce a pele
  • Diminui o mau colesterol
  • Fortalece e dá mais brilho aos cabelos
  • Regula a pressão arterial
  • Fortalece dentes e ossos
  • Desintoxica o corpo
  • É diurética
  • Estimula o sistema imunológico
  • Evita câimbras e fadiga muscular

Benefícios

Para aquelas pessoas que desejam iniciar uma dieta hipocalórica, a espirulina se torna uma ótima opção, pois além de possuir um agregado nutricional muito vasto, também possui outros benefícios, veja a seguir:

spirulina

Controle da saciedade

Em sua composição está a fenilalanina (um dos aminoácidos essenciais ao corpo humano), uma substância que se torna um gel quando chega ao estômago, que tem como função diminuir o desejo de comer.

Rica em Proteínas

Tem aproximadamente de 53 a 62% de sua composição em proteínas, sendo muitas dessas, comparáveis as encontradas no leite e na soja, se tornando uma ótima indicação de suplemento alimentar para atletas.

Ação rejuvenescedora na pele

A spirulina é um ótimo antioxidante e em quantidade mínima (de apenas 3 gramas) possui mais antioxidantes que cinco porções de frutas e vegetais, esse foi um resultado de uma pesquisa que foi publicada na revista científica online Real Raw Food.

Purificação do corpo e prevenção contra o câncer

Por ajudar na diurese, a spirulina provoca uma limpeza no organismo, juntamente com a quantidade de zinco e selênio que possui, também é uma ótima opção para prevenção de células cancerígenas.

Fonte de cálcio

A spirulina possui quase 200 vezes mais cálcio que o leite, se forem comparados em porções com quantidades iguais.

Diminui o mau colesterol

É um combatente do mau colesterol (LDL), pois possui ácidos graxos da família do ômega 6, que ajuda a reduzir o acúmulo do colesterol nas artérias.

Atua na beleza dos cabelos

A spirulina possui betacaroteno em grande quantidade, bem mais do que a cenoura. A vitamina A quando convertida atua nos fios de cabelo, dentes, pele, gengivas, olhos e mucosas.

A produção dessa vitamina também ajuda na visão noturna e na diferenciação de cores.

Cérebro mais ativo

A spirulina é rica em magnésio, algo que é considerado o segredo dos centenários japoneses. Ele é tão importante que a sua ingestão ajuda no ritmo cardíaco, da resistência óssea, ajuda a regular a pressão arterial e na funcionalidade dos músculos e dos nervos.

Aumento da imunidade

É rica em zinco, possuindo quantidade maior do que as encontradas no trigo, milho e soja.

Nutrientes

  • Cálcio
  • Cobalamina (vitamina B12)
  • Ferro
  • Sódio
  • Potássio
  • Carboidratos
  • Fibra Alimentar
  • Proteínas
  • Vitamina A
  • Vitamina C
  • Vitamina D
  • Magnésio

Para que serve a spirulina

Além do seu uso na questão nutricional e de atuar no tratamento da beleza estética, também é recomendada para pessoas que estão na fase de recuperação de cirurgias ou com déficit protéico.

Efeitos colaterais

Em alguns casos, o usuário pode apresentar diarreia, náuseas e vômito.

Como usar

Deve ser usada de 500 mg a 2 g ao dia, 30 minutos antes das principais, refeições caso o objetivo do seu consumo seja ajudar na saciedade, sendo geralmente manipulada e ingerida na forma de cápsula.

Dia de Saúde - Dicas de saúde, emagrecimento, dietas, exercícios e qualidade de vida-footer