Dieta da Proteína – Saiba Como Funciona

Aos que buscam emagrecer em pouco tempo, a dieta da proteína é uma das muitas opções, indicada para usuários que procuram por resultados rápidos na redução de peso.

Conhecida popularmente como Dieta de Atkins, o programa leva o sobrenome do cardiologista que desenvolveu o cardápio da dieta, Robert Atkins. Mundialmente utilizada, a dieta da proteína tem princípios de ampla restrição, trabalhando sobre o aumento do metabolismo e as reservas de gordura como fontes de energia.

Contando com quatro fases de preparação para produzir resultados, a dieta Atkins foi desenvolvida com o principio de drástica redução de carboidratos, servindo como alternativa aos usuários que buscam por cardápios mais limpos e livres de toxinas.

Saiba um pouco mais sobre a dieta da proteína e seu método de funcionamento logo a seguir, descobrindo as bases do programa e seu amplo potencial na perda de peso efetiva.

O que é a dieta da proteína

dieta da proteinaA dieta da proteína trabalha sobre a ideia de reduzir, drasticamente, o consumo de carboidratos, considerando estes os piores inimigos da produtividade das dietas. Ao desenvolver a dieta, o cardiologista afirma em sua tese que, ao excluir essa principal fonte de energia do corpo, o organismo seria forçado a utilizar outros recursos como fontes de energia para perder peso, como as reservas de gordura.

As principais vantagens do método são a não limitação de quantidades de consumo, a longa sensação de saciedade promovida pelas proteínas (que estimula o fim dos exageros) e o emagrecimento em curto prazo.

Como funciona a Dieta de Proteína

Para promover essa transformação no método de formação de energia do corpo, a dieta da proteína procura estimular a troca a partir de um cardápio composto, principalmente, por proteínas e gorduras na forma de carnes, óleos, manteigas e produtos lácteos.

Ao contrário de dietas que proíbem esses alimentos de sua rotina, a dieta da proteína (como o próprio nome pode afirmar) trabalha tendo como base esses elementos, sendo executada em um processo com quatro fases principais.

As fases da dieta da proteína

A primeira fase do processo é a indução, que dura até duas semanas. Nesta fase, são permitidos o consumo de carnes, queijos e outros produtos ricos em gordura, além de vegetais com baixo teor de carboidratos, como brócolis, tomate, alface, entre outros. A ingestão destes vegetais deve ser feita em três porções pequenas por dia.

Na segunda fase, a perda de peso contínua, o individuo é estimulado a consumir mais legumes, com o objetivo de descobrir quantos carboidratos o mesmo pode comer e ainda perder peso. A etapa dura até o individuo alcançar de três a cinco quilos de sua meta de redução de peso.

Na fase de pré-manutenção, terceira etapa do processo, são adicionadas dez gramas de carboidratos por dia para descobrir a quantidade que poderá ser ingerida sem ganhar peso. O período de duração é de dois a três meses.

Por fim, na manutenção, devem ser mantidos os hábitos alimentares adquiridos nas fases anteriores, com aproximados 100 gramas de carboidratos por dia em sua dieta.

Para quem procura o emagrecimento rápido, a dieta da proteína é mais uma opção, mas devido às restrições, muitas pessoas não se adaptam, justamente pela falta de carboidratos, o que pode causar fraqueza, tonturas etc.

Toda dieta rápida deve ter a orientação de um profissional de saúde como médico, nutricionista etc.

Publicidade

         Método para queda de cabelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 13 =