8 Maneiras de Prevenir Câncer de Mama

Outubro Rosa – Movimento para Prevenir Câncer de Mama

Outubro Rosa é a grande campanha que mobiliza o Brasil e o mundo. Artistas doam suas imagens, monumentos são iluminados com a cor rosa e, tudo isso, para deixar todos mais conscientes da importância de se prevenir contra o câncer de mama.

Estes 8 passos simples podem ajudar a diminuir o risco de câncer de mama.

Quase todo mundo conhece alguém afetado pela doença, mas há um monte de bons tratamentos para o câncer de mama nos dias de hoje.

Sabemos que existem várias formas de prevenir a doença. Estes oito passos simples podem ajudar a diminuir o risco de câncer de mama. Não devem fazer só um, mas sim juntos para ter um grande impacto.

1. Manter o peso sob controle

É fácil comer exageradamente, mas manter um peso saudável é uma meta importante e difícil para muitas pessoas. Estar acima do peso pode aumentar o risco de muitos cânceres diferentes, incluindo câncer de mama, especialmente após a menopausa.

Mulheres obesas correm mais risco de desenvolver câncer de mama e outras doenças. Segundo a especialista em emagrecimento saudável Rosi Feliciano, autora do Plano Detox, a reeducação alimentar é o caminho ideal para o controle do peso e boa saúde.

Mesmo ao tentar emagrecer rápido devemos buscar métodos naturais, com boa nutrição e que possam nos colocar no caminho da reeducação alimentar, como o Plano Detox Rosi Feliciano.

outubro-rosa-como-prevenir-cancer-de-mama

2. Ser fisicamente ativa

O exercício é ótimo para ter uma boa saúde, e as mulheres que são fisicamente ativas por pelo menos 30 minutos por dia, têm um menor risco de câncer de mama. O exercício regular é também uma das melhores maneiras de ajudar a manter o peso sob controle.

3. Coma frutas e vegetais e evite o excesso de álcool

Uma dieta saudável pode ajudar a diminuir o risco de câncer de mama. Tente comer mais de frutas e legumes e manter o álcool em níveis moderados ou inferior a meio copo por dia.

Embora o consumo moderado possa ser bom para o coração, em adultos mais velhos, mesmo níveis baixos de ingestão pode aumentar o risco de câncer de mama. Se você bebe moderadamente, não há uma razão para parar. Mas, se você beber em excesso, você deve reduzir ou parar.

4. Não fumar

Além de diminuir a qualidade de vida e aumentar o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral, e pelo menos 15 tipos de câncer – incluindo o câncer de mama – também causa mau hálito, dentes ruins, e rugas. Essa que é a motivação para ficar livre de fumo.

5. Amamentar

Amamentação por um período de um ano ou mais reduz o risco de câncer de mama. Ele também tem grandes benefícios à saúde da criança.

6. Evitar pílulas anticoncepcionais, especialmente após a idade de 35 anos ou se você é fumante.

As pílulas anticoncepcionais têm ambos os riscos e benefícios. Quanto mais jovem a mulher, menores são os riscos. Enquanto as mulheres mais velhas, que estão tomando pílulas anticoncepcionais, têm um risco ligeiramente aumentado de cancro da mama.

Este risco vai embora rapidamente, depois de parar a pílula. O risco de acidente vascular cerebral e ataque cardíaco também são aumentados enquanto estiver tomando a pílula, principalmente em fumantes.

No entanto, o uso em longo prazo também pode ter benefícios importantes, como redução do risco de câncer de ovário, câncer de cólon e câncer uterino, além de proteger contra a gravidez indesejada, por isso há também algo em seu favor.

Se você está muito preocupada com o cancro da mama, evitar pílulas anticoncepcionais é uma opção para diminuir o risco.

7. Evitar hormônios pós-menopausa

Hormônios pós-menopausa não deve ser tomados por longo prazo na prevenção de doenças crônicas, como a osteoporose e a doença cardíaca.

Veja Também:  Sal rosa do Himalaia - Benefícios, Propriedades e Como Consumir

Estudos mostram que eles têm um efeito misto sobre a saúde, aumentando o risco de algumas doenças e diminuindo o risco de outras, e ambos os hormônios estrogênio e progesterona aumentam o risco de câncer de mama.

Se as mulheres tomam hormônios pós-menopausa, deve ser no menor tempo possível. A melhor pessoa para falar sobre os riscos e benefícios de hormônios pós-menopausa é o seu médico.

8. O tamoxifeno e raloxifeno para mulheres com alto risco

Embora não seja comumente considerado como um comportamento saudável, tendo os medicamentos prescritos tamoxifeno e raloxifeno, podem reduzir significativamente o risco de câncer de mama na mulher com alto risco da doença.

Aprovadas pelo FDA para a prevenção do câncer da mama, essas drogas poderosas podem ter efeitos colaterais, por isso elas não são adequadas para todos. Se você acha que está com risco elevado, fale com o seu médico para ver se o tamoxifeno ou raloxifeno pode ser bom para você.

Auto Exame Cancer de Mama

Conheça o seu histórico familiar

As mulheres com um forte histórico familiar de câncer, podem tomar medidas especiais para proteger-se, por isso é importante que as mulheres conheçam sua história familiar.

Você pode estar em risco elevado de câncer de mama se você tem uma mãe ou irmã que desenvolveu câncer de mama ou de ovário (especialmente em uma idade precoce) ou se você tiver vários membros da família (incluindo homens) que desenvolveram câncer de mama, de ovário ou próstata.

Um médico ou conselheiro genético pode ajudar a compreender a sua história familiar da doença.

Não se esqueça de fazer Triagem

Apesar de algumas controvérsias, estudos mostram que o rastreio do cancro da mama com a mamografia salva vidas. Não ajuda a prevenir o câncer, mas pode ajudar a encontrar o câncer quando é mais tratável.

Para a maioria das mulheres, mamografias regulares podem começar aos 40 anos, mas as recomendações específicas variam de acordo com idade e risco.

Se você tem entre 40 e 44 anos de idade.

Você pode escolher para começar as mamografias anuais. É importante falar com um médico sobre os riscos e benefícios da mamografia nesse período.

Se você tem idade de 45-54:

As mamografias são recomendadas a cada ano.

Se você tem 55 anos de idade ou mais:

As mamografias são recomendadas a cada dois anos. Você pode optar por continuar a fazê-las todos os anos.

Exames clínicos da mama e autoexames são recomendados. Você deve estar familiarizada com os seus seios e dizer a um médico, imediatamente, se detectar quaisquer mudanças.

Outros importantes fatores de risco para câncer de mama:

Infelizmente, há também uma série de importantes fatores de risco de câncer de mama que as mulheres não têm nenhum controle.

Sabendo quais se aplicam a você pode ajudar a compreender o risco e fazer o que puder para diminuir.

Se você sentir que você está em alto risco, fale com um médico ou outro profissional de saúde. Estes fatores podem aumentar o risco de câncer de mama de uma mulher:

  • – A idade avançada, especialmente aos 60 anos ou mais;
  • – A história familiar de cancro da mama;
  • – Primeiro período menstrual antes dos 12 anos;
  • – A menopausa na idade de 55 anos ou mais;
  • – Primeiro parto depois dos 35 anos;
  • – Sem crianças;
  • – Mamas densas;
  • – História da doença benigna da mama (como hiperplasia atípica).

Outubro Rosa é um movimento, que teve início na década de 1990, nos EUA, com o intuito de conscientizar a população sobre a importância de se detectar, precocemente, o câncer de mama. Hoje esse movimento é comemorado, anualmente, todo mês de outubro e ajuda a estimular as pessoas a se prevenirem contra a doença. Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores são as chances de cura.

Veja Também:  Como Aumentar o HDL - Colesterol Bom

Adeus Celulite

Compartilhar: